Certificação de um Sistema Contra Incêndio

Garantir medidas eficazes contra incêndios é muito importante para proteger vidas e propriedades. Certificação de sistemas contra incêndio surge como um selo de qualidade indispensável, garantindo que essas soluções correspondam com eficiência e segurança caso seja necessário. Um sistema de combate a incêndios eficaz é a primeira linha de defesa em emergências, mas como você pode ter certeza de que ele realmente funcionará quando necessário? A resposta está na certificação.

Por que a certificação é importante?
 

A certificação de um sistema contra incêndio é o processo pelo qual esse sistema é submetido a uma série rigorosa de testes, aprovações e verificações de conformidade por laboratórios, empresas especializadas e órgãos de aprovação e certificação. Isso garante que o sistema seja capaz de desempenhar seu papel de forma confiável e eficaz em caso de incêndio.

O que envolve o processo de certificação?
  • Testes: Os testes incluem avaliações de elementos como detecção de incêndio, supressão, controle de fumaça e evacuação. Cada componente do sistema é minuciosamente estudado para identificar qualquer fragilidade. Os resultados desses testes garantem que o sistema funcione conforme o esperado.
  • Aprovações: Laboratórios especializados desempenham um papel fundamental nesse processo. Suas técnicas e instalações de última geração permitem a realização de testes realistas e precisos. As aprovações atestam que o sistema atende aos padrões de segurança estabelecidos pela indústria e pelas regulamentações vigentes.
  • Conformidade com Regulamentos: A certificação também envolve a garantia de que o sistema atende a todas as normas e regulamentos aplicáveis. Isso garante que o sistema não apenas funcione bem, mas também esteja em conformidade com as leis e regulamentos de segurança local.
  • Garantias de Qualidade: As certificações não apenas avaliam o desempenho do sistema, mas também verificam a qualidade dos componentes e materiais usados ​​na fabricação. Isso ajuda a garantir que o sistema seja durável e confiável ao longo do tempo.
Quais são as normas e certificações contra incêndio?
 

Existem diversas normas e certificações relacionadas à segurança contra incêndios, que atestam a qualidade, eficácia e conformidade dos sistemas e produtos. Aqui temos as principais normas, certificações e órgãos certificadores:

UL (Underwriters Laboratories): A UL é uma organização global de certificação que avalia a segurança e o desempenho de produtos, incluindo sistemas de segurança contra incêndio.

EN (Norma Europeia): Uma série de normas EN é amplamente exigida na União Europeia e define requisitos para produtos e sistemas de segurança contra incêndio. A EN54, por exemplo, abrange sistemas de detecção e alarme de incêndio.

NFPA (National Fire Protection Association): A NFPA é uma organização dos Estados Unidos que desenvolve normas e códigos relacionados à prevenção de incêndios e segurança.

FM Global: A FM Global é uma empresa de seguros e pesquisa que oferece certificação para produtos e sistemas que atendem a rigorosos padrões de segurança contra incêndio.

ISO (Organização Internacional para Padronização): A ISO desenvolve normas internacionais para uma ampla variedade de setores.

VDS: A VdS é uma organização de certificação alemã que se concentra na segurança e prevenção de incêndios, oferecendo certificações para produtos e sistemas de combate a incêndios.

NR13: A NR13 abrange a segurança em caldeiras, vasos de pressão e tubulações. Essa norma regulamentadora exige a certificação e inspeção periódica desses equipamentos.

ANATEL: Agência reguladora brasileira responsável por regular o setor de telecomunicações, incluindo a aprovação e certificação de equipamentos de telecomunicações. Os fabricantes de produtos de detecção e alarme de incêndio que fazem uso de Bluetooth ou Wi-Fi estão comprometidos em obter a certificação da ANATEL. Isso é feito para regularizar e garantir a conformidade de seus equipamentos.

Normas ABNT: As normas emitidas pela ABNT também desempenham um papel fundamental na certificação de sistemas contra incêndio. Algumas delas são:

  • NBR 5667 – Sistema de hidrantes: Estabelece requisitos para implantação e manutenção de sistemas de hidrantes, tratando de proteção contra incêndios em edificações.
  • NBR 9077 – Saídas de emergência em edificações: Define critérios mínimos para dimensionamento, localização, instalação e sinalização de saídas de emergência em edificações.
  • NBR 10897 – Proteção contra incêndio por chuveiro automático: Estabelece requisitos mínimos para a instalação de sistemas de chuveiros automáticos, envolvendo a proteção contra incêndios.
  • NBR 10898 – Sistemas de iluminação de emergência: Define requisitos para instalação e manutenção de sistemas de iluminação de emergência em edificações.
  • NBR 11715 – Extintores de incêndio com carga de água: estabelece especificações e requisitos para extintores de incêndio que utilizam água como agente extintor.
  • NBR 11742 – Portas corta-fogo para saída de emergência: Define requisitos para portas corta-fogo utilizadas como saídas de emergência, envolvendo segurança contra incêndios.
  • NBR 12615 – Sistema de combate a incêndio por espuma: Estabelece critérios para sistemas de combate a incêndio utilizando espuma como agente extintor.
  • NBR 12692 – Inspeção, manutenção e recarga em extintores de incêndio: Define procedimentos para inspeção, manutenção e recarga de extintores de incêndio.
  • NBR 12693 – Sistemas de proteção contra incêndios: Estabelece requisitos para sistemas de proteção contra incêndios utilizando extintores.
  • NBR 13434 – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico: Define critérios para sinalização de segurança contra incêndio e pânico em edificações.
  • NBR 13714 – Sistemas de hidrantes e de mangotinhos para combate a incêndio: Estabelece requisitos para sistemas de hidrantes e mangotinhos relacionados ao combate a incêndio.
  • NBR 14276 – Brigada de incêndio: Define critérios para formação e atuação de brigadas de incêndio em edificações.
  • NBR 17240 – Sistema de detecção e alarme automático de incêndio: Estabelece requisitos para sistemas de detecção e alarme automático de incêndio em edificações.

A ABNT NBR 14276, por exemplo, aborda sistemas de alarme de incêndio, estabelecendo critérios para projeto, instalação e manutenção.

Benefícios da Certificação de um Sistema Contra Incêndio


A certificação oferece uma série de benefícios:

  • Maior Segurança: Um sistema certificado oferece maior segurança, conforto e tranquilidade de às pessoas e empresas.
  • Conformidade Legal: A certificação garante que seu sistema esteja em conformidade com as regulamentações locais e nacionais, evitando problemas legais no futuro.
  • Redução de Riscos: Um sistema eficaz ajuda a reduzir os riscos de danos à propriedade e, o mais importante, de lesões ou mortes em situações de incêndio.
  • Economia a Longo Prazo: Investir em um sistema certificado pode resultar em economia a longo prazo, já que sistemas de alta qualidade tendem a ter menos manutenção.

Em resumo, a certificação de um sistema contra incêndio não é apenas uma formalidade, mas sim uma garantia de que seu sistema está à altura da tarefa de proteção de vidas e propriedades. Opte sempre por sistemas certificados por laboratórios e órgãos de aprovação reconhecidos. Proteja o que é mais importante para você com a certificação adequada.

Invista em segurança!

Solicite sua cotação!

A Tec and Tec, dispõe dos melhores equipamentos do mercado, além de profissionais especializados e certificados que garantem qualidade e tranquilidade.

Tel: 11 4328-0080


E-mail:
vendas@tecandtec.com.br

Deixe um comentário